[leitura comentada] Belle, de Lesley Pearse

Belle, de Lesley Pearse

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?
Autora # 1 bet-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

Título original: Belle
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira 
Nota (Skoob): 5/5  + Favorito!


Confiram a resenha de Belle. Desde que terminei a leitura desse livro, estava louca para falar sobre ele, mas só agora consegui terminar. Espero que gostem, porque esse é um livro realmente marcante!





Belle, É preciso coragem para perder a inocência
Forte, chocante, emocionante!

Acho que essas são as melhores palavras para descrever esta incrível obra de Leasley Pearse. Eu nunca tinha lido nada da autora, apesar de já ter ouvido vários elogios, e não em arrependi. Ela é uma grande escritora, em todos os sentidos.

Lembro que a primeira vez que vi o livro Belle na livraria, no ano passado, fiquei encantada com a capa, que é de uma sutileza incrível. A modelo escolhida não poderia ser melhor, pois retrata muito bem a imagem que tenho da protagonista, tanto fisicamente quanto sua aura de sedutora inocência. Mas assim que li a sinopse percebi que não era hora de ler o livro ainda, pois estava claro que seria bem pesado, e eu tenho que estar num estado de humor adequado para ler livros assim, sem morrer de depressão, rs.

Mas, há alguns meses atrás, não resisti e comprei o livro, apesar de ter demorado mais um bom tempo para começar a ler. E tenho que confessar que poucas obras mexeram tanto comigo e com minhas emoções. A autora sabe como fazer a gente mergulhar na história, e sentir claramente o que os personagens estão sentindo, então só de ler a sinopse vocês já podem imaginar que passei algumas horas de prazerosa angustia em companhia da jovem e sofrida Belle.

O livro conta a história de Belle, uma linda garota de 15 anos, criada na periferia de Londres, no início do século XX. Apesar de ter crescido em um bordel, sendo a filha da dona da casa, a garota transpira inocência. Ela não tem a menor ideia do que acontece nos quartos de cima, já que ela vive numa área que seria como o porão da casa, onde fica seu quarto e a cozinha. E sua mãe, Annie, e Mog, a empregada da casa que a criou como filha, não permitem que ela suba após anoitecer, assim como não permitem que as meninas da casa lhe contem nada. Ela sabe que as meninas da casa são prostitutas, pelos comentários dos vizinhos, mas não sabe o que isso significa, acreditando se tratar apenas de mulheres que entretêm os homens em uma festa, já que ela sempre escutava música, vozes de homens e risadas no salão de sua casa.

Porém, apesar de inocente e ingênua, Belle é uma garota super inteligente, esperta, perceptiva e cativante. Ela sonha com uma vida modesta, um dia ser designe de chapeis, ter uma lojinha própria e se casar. E no dia em que sua vida muda completamente ela conhece seu novo vizinho, Jimmy, um jovem pouco mais velho que ela, que foi morar com o tio após morte da mãe, e percebemos o início de uma amizade com potencial para algo mais, já que Jimmy fica encantado por Belle.

    - Você deve ser uma prostituta, você vive num bordel!
    - Se eu morasse em uma palácio não seria obrigatoriamente uma rainha - ela respondeu com raiva

Mas então nesse mesmo dia, tudo muda. Belle descobre o que é uma 'prostituta', o que as meninas da casa faziam e o quanto a vida pode ser feia, tudo de uma vez e da pior forma possível. Ela vai limpar o quarto das meninas e adormece na cama de Millie, a favorita da casa, e com medo de ser punida pela mãe, se esconde de baixo da cama. E então, através de um espelho no canto do quarto, ela presencia uma cena de sexo violenta e testemunha o assassinato de Millie.

O assassino, Kent, também conhecido como Falcão, um homem extremante perigoso e inescrupuloso. E com medo de represálias, Annie manda a filha ficar calada e mente para a polícia, dando uma descrição errada do homem que assassinou Millie. Resultado: Kent fica livre, leve e solto e com tempo para planejar como se livrar da jovem que pode levá-lo a forca (sim, nessa época homicídios ainda davam condenação de morte na Inglaterra e o método era a forca).

Então, uns dois dias após o crime, Kent sequestra Bella no meio da rua, e a vende para um bordel na França, e a partir daí o livro realmente fica pesado. E quando digo pesado não estou exagerando, a história é densa, complexa, muito real e não alivia.

Talvez por retratar uma coisa tão real e atual, que é o trafico sexual de pessoas, eu fiquei tão impressionada com o livro, porque esse é o principal tema do livro, e não apenas a prostituição em si. E a autora aborda o tema de forma magistral, sem meios termos ou amenizações. Por isso considero o livro uma verdadeira obra prima, e também um meio de denúncia social, ao abordar de forma crua e nua um crime que atravessa séculos e que até hoje é extremamente lucrativo e movimenta milhões.


Agora vamos dar uma mergulhada mais profunda no livro. Atenção: contém alguns spoilers, embora nada que revele fatos muito comprometedores do livro, rs.


Eu acho que gastei umas duas semanas para o livro, que tem 560 páginas. Considerando que leio livros de 700 em três/quatro dias, dá para ver que eu realmente demorei muito para terminar Belle. Eu comecei lendo super rápido, porque ele muito bem escrito e a leitura flui. Mas travei quando cheguei na parte que ela é vendida para um bordel na França. Acho que não é preciso ser nenhum gênio para adivinhar o que aconteceu com ela lá, e como foi sua primeira, ou primeiras, vezes, não é? Bom, a cena não é gráfica ou muito descritiva, mas descreveu mais do que eu gostaria de ter lido. E para se sincera, considerando o quanto que a autora escreve bem, nem precisava, já que Leasley Pearse consegue captar a alma das suas personagens e repassar para o leitor. Então, fui capaz de sentir o desespero e angustia de Belle, e travei! Levei mais de uma semana para pegar no livro de novo. Mas depois disso a leitura voltou a fluir e terminei o livro em um final de semana.

Depois dessa fase nebulosa, Belle é traficada para um bordel em Nova Orleans (EUA), onde a prostituição era legalizada e as coisas melhoram um pouco. Mas não pensem que a vida dela melhora, porque não é assim. O que acontece é que ela decide seguir a maré, ou seja, já que não pode fugir, e é obrigada a se prostituir, ela decide tirar o melhor proveito disso, mas sempre pensando no futuro, um futuro no qual ela consiga voltar para a Inglaterra e tentar reconstruir sua vida. E com sua beleza, juventude, carisma e encanto natural, não foi difícil para ela se tornar a favorita da casa, e mesmo aprender a apreciar essa vida e o fascínio que exerce sobre os homens (embora sobre esse tema, ela acaba por realmente se dar mal e ter problemas por mais de uma vez).

Outro ponto positivo do livro foi retratar os diferentes personagens da trama. Quando comecei a ler pensei que ficaria focado apenas na história de Belle. Mas não foi assim. Ao longo de todo o livro vamos acompanhando a vida das pessoas de quem ela foi roubada, na Inglaterra. Pessoas que nunca desistiram de procurá-la, e nessa missão de descobrir onde a garota está, eles acabam por descobrir outros casos de jovens traficadas, e vamos nos dando conta da dimensão do problema.

Conhecemos outros personagens que cruzaram seu caminho ou dos seus amigos e familiares da Inglaterra, como o persistente e corajoso Noah, o misterioso e sedutor Etienne, por quem eu tive uma quedinha assumida. Ou Lisete, uma ex-prostituta, que assim como Belle foi forçada nessa vida, e é uma mulher realmente muito bondosa e carinhosa, mostrando que seu pesado passado e presente, por mais feios e dolorosos que tenham sido, não foram capaz de destruir o que havia de bom em seu coração.

Adorei a composição a criação de personagens que são, antes de tudo, humanos! Com suas qualidades e defeitos. Este é um livro que não se prende ao preto e branco, onde ou uma pessoa é boa ou ela é má. Não, aqui temos personagens que são capazes de bondade, amizade, mas também traição e falta de escrúpulos. Vemos como a ganância, o ego e a ambição podem mudar o caráter de uma pessoa, ou pelo menos fazê-la se perder um pouco no caminho.

O livro é incrível, apesar de ser um verdadeiro tapa na cara de realidade. E a qualidade da narrativa e detalhes dados relativos aos lugares e situações mostra o nível do trabalho de pesquisa da autora, que realmente mergulhou de cabeça na história da época, e trouxe uma obra extremamente rica.

Recomento muito o livro. Ele é forte, e muito pesado em várias passagens, mas é uma leitura que vale a pena, e foi sem dúvida um dos melhores livros que eu já li.

\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/

Agora esse é um spoiler descarado e gritante! Minha frase favorita no livro inteiro, que foi dita em francês, de forma que a própria Belle não compreendeu todo seu significado:

    - Je défie les incendies, lês inondations, et même l'enfer pour être avec vous – ele murmurou ao soltá-la.

Aiiiiiii, me derreti toda ao ler essa frase, e digitá-la no tradutor online, é claro! rs. Quer conferir a tradução? Selecione o trecho abaixo:

    - Eu desafiaria incêndios, inundações e até mesmo o inferno para estar com você – ele murmurou ao soltá-la.
\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/



E então, gostaram? Não deixe de comentar.

Beijos!



6 comentários

  1. Oi Bru !

    Também publiquei hoje a resenha do livro Belle e também amei a história creio que definitivamente não tem como não gostar desse livro, até comprei o a continuação da história porque assim como você amei Ettiene e agora vamos e fato saber se vai rolar algo entre os dois rsrs



    Beijos

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Andressa, vou ir lá lê a resenha, rs. Sempre gosto de comparar opiniões de livros, e eu realmente adoooorei o Etienne, rs
      bjus

      Excluir
  2. Linda gostei da sua resenha. Só que estiu com o mdsmo estado de espirito que vc tava. Nao sei se compro o livro apesar de achar a capa magnifica. Estou com receio de comprar e nao gostar. Ser pesado demais....enfim. Mas pelo que andei lendo de outras pessoas, esse livro tahsendo realmente mto bem comentado....mas n sei ainda....hehehehe

    Beijinhos linda

    Lovereadmybooks.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Sil, eu recomendo muito o livro. Mas ele realmente é pesado, não dá pra negar, rs.

      bjus

      Excluir
  3. Olá,
    Já estava com vontade de ler agora fiquei com mais ainda!Adorei a resenha.
    Beijinhos,
    http://loucamenteleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. janderson jderson@bol.com.br21/10/2013 23:45

    ola boa noite qualé a continuação de belle estou lendo e ja quero procurar a continuação q tb deve ser maravilhoso...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, e volte sempre!
Comente, opine! Cometários são sempre bem vindos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...