[Resenha] Para Sempre Sua, Sylvia Day

Para Sempre Sua, Sylvia Day
Série Crossfire – Livro 03



A partir do momento que conheci Gideon Cross, senti nele algo que eu precisava. Algo ao qual eu não podia resistir. Vi a perigosa e descuidada alma dentro dele - tão parecida com a minha. Estava atraída por ele. Precisava dele assim como precisava de meu coração batendo. Ninguém sabe o quanto ele se arriscou por mim. Como eu tinha sido ameaçada ou somente o quão escura e desesperadora a sombra de nosso passado se tornaria. Envolvidos pelos nossos segredos, tentamos desafiar as evidências. Fizemos nossas próprias regras e nos rendemos completamente ao sensual poder de ser possuído...



Título originalEntwined With You
Editora: Paralela
Gênero: Literatura Erótica
Nota (skoob): 3/5

Olá pessoinhas!

Depois de tanto falar sobre a Série Crossfire e até fazer uma promoção com Para Sempre Sua, o 3º livro da série (que encerrou ontem a noite, confira o resultado aqui!), venho com a resenha dele!



Para Sempre Sua é o terceiro livro da série de romances eróticos de Sylvia Day, publicada no Brasil pela Editora Paralela, e é composta, atualmente pelos seguintes livros:
1# Toda Sua (resenha aqui)
2# Profundamente Sua (resenha aqui)
3# Para Sempre Sua
  
Quem leu minhas resenhas dos dois livros anteriores já devem ter percebido que eu realmente gosto da série Crossfire. Sei que há muito preconceito contra eróticos, muita gente lê na surdina e não admite nunca, rs, mas eu não ligo de falar que leio. Desde que a história seja boa, não tenho preconceitos. Só não tenho paciência para eróticos que são apenas sexo por sexo, sem história. E por isso a série Crossfire, com sua excelente história, me conquistou, mesmo tendo uma linguagem bem escrachada. Gostei muito de Toda Sua, e adorei Profundamente Sua. E aguardava ansiosamente pelo desfecho da trilogia, porque seria uma trilogia! Até que Sylvia Day veio com a bombástica notícia de que a série seria estendida a 5 livros! Alguns comemoraram, outros xingaram. Eu deixei claro minha posição de apreensão, o medo da série virar uma enrolação sem fim, mas deixei claro que só me manifestaria de verdade após ler o terceiro livro. E aqui estou!

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers do 1º e 2º livro da série

Atenção: livro não recomendado para menores de 18


Para Sempre Sua
É bom, mas podia ser melhor

Seguindo a linha dos anteriores, Para Sempre Sua se desenrola num período super pequeno de tempo. Acho que somando os três livros não deve ter passado nem uns quatro meses na trama. E começamos exatamente do ponto final do segundo livro, com Eva e Gideon tendo de lidar com as consequências dos atos cometidos por ele em Profundamente Sua (não vou falar o que, para não estragar para quem não leu, rs). Eles estão juntos novamente, mas em segredo, até sentirem que já não estão sob nenhuma ameaça.

Gideon foi o ponto mais positivo do livro, sem sombra de dúvidas. Nesse livro ele está muito mais obcecado com Eva #Acreditem!!!#, pois teme que aquilo que ele fez para protegê-la, faça com que ela deseje se afastar dele. E foi legal ver uma ligeira inversão de papeis, com a Eva tendo que bancar o pilar de sustentação do Gideon em vários momentos. E ele realmente precisava, pois seus traumas passados, somados a consciência pesada do presente, realmente o afetaram mentalmente, deixando-o nesse estado meio obsessivo com a Eva, mas também piorando e muito os seus pesadelos já perturbadores.

Outro ponto de pesar para Gideon é Corine. Em Profundamente Sua vimos ele se aproximar muito da ex, e se afastar da Eva, o que foi devidamente explicado depois. Porém, mesmo tendo deixado claro para Corine que só queria sua amizade, ele confessa que lhe dava certa esperança, para mante-la junto a ele, e quando ele se afasta dela, no início de Para Sempre Sua, a mulher pira geral. Eu passei o livro todo achando que era charminho, ela agindo de propósito para chamar a atenção, mas alguns acontecimentos mais para frente me deixaram com a pulga atrás da orelha, e tenho algumas teorias que não posso compartilhar, porque seriam um BIG spoiler!

Achei legal observar a evolução do relacionamento entre eles, que nesse livro está mais maduro, forte e confiante. Não temos aquelas clássicas e divertidas cenas de ciúmes e desconfianças. Agora um fala e outro acredita! Simples assim. E os dois fazem uma viagem super fofa e romântica, para uma ilha paradisíaca.

Mas a Eva me irritou em mais de uma cena, sinceramente, não gostei de algumas coisas que autora colocou para nossa protagonistas. Acho que deixou a Eva um tanto quanto piriguete, não gostei!

Algumas das novas tramas criadas pela autora (como uma forma de ter do que falar ao estender a série, rs) foram: uma jornalista que teve um caso de dois segundos com Gideon, que o odeia pelo fora que levou, e agora fica cavando e caçando notícias bombásticas para acabar com ele; o ex da Eva, Brett, que volta com tudo pra cima dela, acreditando que ela está solteira; surgem algumas repercussões referentes ao relacionamento passado de Eva com Brett; o pai da Eva que finalmente descobriu o que aconteceu com a filha no passado, e quando vem quente de ódio para cima da mãe dela, acabam tendo um momento 'recordar é viver'; há novos acontecimentos envolvendo personagens que antes eram secundários-quase figurantes, como Miguni, o chefe da Eva e seu companheiro, e outros que entraram nesse livro ou voltaram depois de terem feito apenas uma pontinha aqui ou ali, como é o caso de Martin, um sobrinho do padrasto da Eva que eu nem me lembrava mais que existia, rs.

Mas dentre as tramas paralelas, minha favorita foi a do meu fofo Cary, tadinho, que está enfrentando uma barra! Queria muito que os próximos livros fossem mais focados em Cary, porque o potencial que já era grande está ainda maior, e renderia uma história ótima.

Mas o que me irritou no livro foi o que não foi resolvido. Em trezentas páginas de livro não saímos do lugar em relação ao passado de Gideon. Se não fosse ele ter dito o motivo do Dr. Lucas ter mentido para a mãe dele quando era criança, aí sim não teríamos tido absolutamente nada sobre o assunto! A relação dele com a mãe nem se mexeu, alias aconteceu uma coisa muito estranha, porque tem uma cena em que Elizabeth Vidal acusa Eva de querer afastar Gideon dela e ficar enfiando mentiras na cabeça dele, mas como, Oh Vida! a Eva pode estar inventando coisas, se o que ela jogou na cara da Elizabeth foi o que o próprio Gideon tinha contado para a mãe tantos anos atrás, e que esta não havia acreditado? Qual a lógica aqui, me digam? Eu creio que seria ela ficar com a pulga atrás na orelha pensando "oh, será que aquilo realmente era verdade, já que tantos anos depois ele contou a mesma história para a namorada?". Tá, sei que a negação é um estado poderoso e do qual é difícil sair, mas aí já é demais!

Enfim, acho que palavra que melhor defini minha mente ao terminar o livro é Frustração! O livro é bom, mas não teve aquele algo a mais dos anteriores, e eu senti a tal enrolação que tanto temia, principalmente com cenas de sexo que foram exageradamente longas e excessivas, chegando a sair do sensual e beirar, para não dizer cair, no pornográfico. A autora até que se saiu bem ao criar novas tramas e situações, para preencher o espaço de deveria explicar as questões em aberto dos livros anteriores, principalmente o passado de Gideon. Mas como fã da qualidade da série, e não da quantidade, eu preferia que esse fosse o último livro e tivesse explicado tudo, ao invés de ficar criando novas situações, ou que fossem apenas 4 livros, e Sylvia Day tivesse aproveitado melhor esse terceiro. Só espero que a autora não invente de aumentar ainda mais a série, rs. Sylvia Day deu algumas entrevistas falando sobre esse aumento da série e nelas alega que os motivos não foram monetários, mas eu acho que foram sim, ou pelo menos esse foi um dos principais motivos. Essa é uma série de sucesso, muito mais do que o previsto e imaginado, então porque não aproveitar e lucrar um pouco mais?

Bom, finalizando... Eu gostei do livro, é bom e Gideon e Eva estão ótimos juntos, mas senti que perdi um pouco daquele encantamento que tinha com a série. Eu já estou super curiosa pelo próximo livro (até porque minha curiosidade do anterior não foi sanada neste, rs), mas não sei se vou me empolgar tanto, ficar naquela expectativa louca como estava por esse.

Então é isso, espero que tenham gostado.
Não deixem de comentar :-)

Beijos



13 comentários

  1. Oi! ^^
    Bom, eu não sou fã de literatura erótica, então ainda não li essa série. Acho que isso não vai chegara acontecer, mas pra quem gosta parece ser um prato cheio e muito bem escrita!

    Beijussss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    http://universo-invisivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, se você nunca leu nenhum erótico, não te recomendo começar por esse, rs, vai ser meio chocante, rs. Mas a trama é boa, apesar desse terceiro ter sido meio enrolado, rs
      bjus

      Excluir
  2. Oie! Eu li o livro, acompanho a série também, e devo dizer. Concordo com você. Apesar das cenas de sexo terem sido pesadas, houve algo inovador em uma delas (que se eu mencionar o spolier fica enorme), que eu achei legal, precisava disso. Enfim, estou animada pro quarto livro, mas espero que me surpreenda mais do que este terceiro. Que apesar de ser muito bom, poderia ter sido ótimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Maryana!
      Eu estou nessa, esperando que o próximo seja melhor! rs
      bjus

      Excluir
  3. Adoro ler, leio sempre que posso e diversos tipos diferentes de literatura, esse tipo porem, me ganhou. Me apaixonei por esse tipo de literatura erótica, acho que que o erótico da uma algo a mais para os livros de romance que eram somente um felizes para sempre. Não tenho vergonha de dizer que leio ao contrario, indico sempre a minhas amigas, os que eu mais gostei.
    Bom quando a esse livro graças a Deus achei alguém com a mesma reação que eu, FRUSTRAÇÃO, não me entenda mal eu gostei, mas essa é a palavra ideal para o final do livro, a historia, personagens, gostei de tudo, mas não consegui acreditar que o final do livro era aquele. Fazer o que vou ter que esperar ansiosamente para ler o final da serie que espero saia ate o final desse ano.
    Amei a resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Daiana, e é bom ver que não fui a única a ficar assim. Espero que ela não estrague o próximo também, para colocar tudo que falta só no 5º!

      Excluir
  4. Eu comecei a ler o livro de desisti, deixei ele de lado pois estava uma m*****, afff... os doi primeiros foram muito bons me prendia e eu os li en menos de uma semana, aí fiquei louca no aguardo do lançamento do terceiro, aí me vem com isso. Emntão uma amiga leu, ou melhor venceu ele, e me contou algumas coisas, então corri lá peguei o meu e o vencii, deixou muito a desejar;, como vc mesma disse, se não fosse pelo fato de Gideon contar a parada do pediatra, não iriamos ficar sabendo de nada novo, e qdo o livro estav esquentando com a paternidade do Cary, com ço bate boca da sogra, de contarem que estavam noivos, ela caba a historia, afffffffff... foi mesmo muita enrolação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi muita Magda, se era pra aumentar a série, que fossem 4 livros, assim não enrolava tanto!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Na verdade eu fiquei muito decepcionada como Sylvia retratou a Eva neste livro, não gostei nada desta parte interessada da Eva pelo ex namorado, o que retratou ela um tanto volúvel, e estou realmente com medo da Eva fazer uma besteira das grandes no próximo livro, que para minha opinião a tendência é essa, pelo jeito que Sylvia á descreveu neste livro, e se ela fizer isso vai arrebenta com o personagem, o ápice para mim foi a parte que ela esta na danceteria rebolando para um cara e o fato dela viver descrevendo o ex como lindo e etc..me deixou muito insatisfeita com o personagem, o que mostra uma Eva que não tem a certeza absoluta dos sentimentos e uma imaturidade muito grande, oque para mim não devia existir mais ja que estamos no 3 livro da saga. Enquanto o coitado do Gideon faz tudo por ela, ela quando vê o ex só falta pular no colo dele...isso me deixou irritada a leitura inteira e sinceramente de fez perder a vontade de continuar lendo a série, pq para ter mais 2 livros a Sylvia vai ter que aprontada alguma coisa muito seria para mexer no relacionamento dos 2 e tenho medo de que o ponto de partida seja a Eva, pois a livros terminou ela indo visitar o pai dela e supostamente o ex vai estar na cidade ....ate o final do segundo livro eu estava gostando muito da serie, ate mais que 50 tons, mas depois que eu li o terceiro livro tive que reconhecer que gosto mais da Anastácia de 50 tons, por mais que a Eva tenha traumas, acho o comportamento dela neste livro péssimo, e espero que Sylvia consiga me conquista no próximo livro, pq se ela não mudar esse comportamento da Eva vou ter que começar a torcer pela Corrinne..rsrs...ou que Gideon de um pé na bunda dela de verdade e arrume outra...Adorei o blog ...Parabéns

    ResponderExcluir
  7. Achei, o livro um saco.
    Logo no meio do livro, já estava entediada.
    Quem leu, cinquenta tons de cinza, como eu vai achar algumas coisas, bem parecidas.Outra coisa, todo muito nesse livro, na visão da Eva é muito bonito é todos tem o olhos verdes ou azuis, credo achei isso ridiculo.

    ResponderExcluir

  8. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso.. se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros eróticos, até com a linguagem pesada. Li os dois primeiros livros dessa série, mas não senti vontade de continuar. Não gosto muito de livros em que os personagens são tão inseguros, acho que fica um pouco chato pra quem ta lendo (pelo menos pra mim). Concordo com você que livros que só tem "sexo por sexo" é insuportável de se ler, mas personagens muito inseguros também ngm aguenta kkkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, e volte sempre!
Comente, opine! Cometários são sempre bem vindos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...