[RESENHA] A Seleção, Kiera Cass

Trilogia A Seleção, de Kiera Cass
Livro 1: A Seleção

Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás o rapaz que ama. Abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe - e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que nunca tinha ousado imaginar.



Título original: The Selection
Editora: Cia da Letras / Selo Seguinte
Gênero: Juvenil / Fantasia / Distopia(?)
Ano: 2012
Nota: 4/5




Finalmente li A Seleção!!! Porque digo finalmente? Porque tem meses que estou enrolando para ler esse livro! Inclusive coloquei ele num desafio literário do qual participo, para ver se lia logo! :)
Então, sem mais delongas, vamos a leitura comentada do livro.


A Seleção
Trinta e Cinco Garotas e uma Coroa

Acho bom começar a resenha falando que tipo de livro é esse. Para mim, esse livro está mais para um juvenil do tipo Young Adult, do que para uma distopia. Ele tem elementos de uma obra distópica, mas esse não é o foco principal, e a própria Editora Seguinte já disse que o foco é o romance.

A Seleção é um romance que se passa num futuro não identificado, após a 4ª Guerra Mundial, e tem como cenário Illéia, que é um novo país monárquico criado após a libertação dos Estados Americanos da China (me diverti com esse nome!) dessa dominação chinesa, e além das guerras que o país ainda tem com o oriente (seria com a China? Isso não fica claro), ele ainda tem que enfrentar a oposição e ataque de grupos rebeldes.

Temos aqui um país onde a sociedade é rigidamente dividida em castas, a tecnologia parece mais atrasada do que era na década de 70/80, os livros de histórias estão banidos, e a pobreza e miséria são generalizada. As castas são divididas em números, do Um ao Oito, sendo Um a realeza, e apenas Dois e Três tem dinheiro e condições dignas de vida. Essa estrutura é rígida e inclusive a ocupação profissional de seus membros é por ela definida. A mobilidade social é praticamente impossível, e só pode ser feita através de dinheiro (muito dinheiro), e no caso das mulheres, também pelo casamento, já que a esposa passa a ser da casta do marido, mas para jovens de castas distintas se casarem, é preciso pagar caro pelos tramites burocráticos.

Nunca pensei em questionar a ausência de verdades até dar de frente com ela. Por que o rei queria que tivéssemos apenas uma vaga noção dos fatos?
pág. 231

Uma das tradições desse novo país é que o príncipe herdeiro se case com uma plebeia. E para isso é organizado A Seleção, que consiste na escolha "aleatória" de 35 jovens, a partir de uma inscrição. Essas jovens passam a viver no palácio real, e toda a competição é acompanhada pela população pela cobertura da mídia, num reality show bem legal (mais alguém aí sentiu a parte do 'circo' da já tão antiga, mas sempre útil prática do 'pão e circo' romano?)

A mocinha do livro, America, é uma Cinco, a classe dos artistas, que estava profundamente apaixonada por seu namorado secreto, Aspen, que era um Seis. Quando são abertas inscrições para A Seleção, é Aspen que a convence a se inscrever. Mas logo após isso, ele termina com America ao perceber que nunca poderia dar uma boa vida para ela, já que ele mal conseguia sustentar a família, da qual era o irmão mais velho e mantenedor.

E contrariando todas as suas expectativas, America é a escolhida de seu distrito, e aí vê sua vida mudar do dia para noite e literalmente virar de cabeça para baixo! Ela aceita participar da competição, mas não por cobiçar a coroa de princesa (e futura rainha, óbvio), e sim para ajudar a família, já que as famílias das Selecionadas receberiam uma ajuda financeira. Mas ela vai cheia de preconceitos, principalmente em relação ao príncipe Maxon.

Durante sua estadia no palácio como Selecionada, America começa a verdadeiramente conhecer Maxon, que fica encantado por ela. Ela faz uma grande amizade (verdadeira) com Marlee, uma das competidoras, mas também tem problemas com Celeste, a bruxa da Seleção, que é uma linda modelo, casta Dois, que se acha melhor do que todos. E como todo YA que se preze é preciso ter um triângulo, então é lógico que a autora tinha que dar um jeito de fazer Aspen cair de paraquedas no palácio, no caso como um dos novos soldados da guarda.

Eu gostei da America, ela que é forte e corajosa, e faz de tudo por sua família e aqueles a quem ama. E fiquei encantada com Maxon, que parece ser realmente uma boa pessoa, e um bom futuro rei, que se preocupa com seu povo. Considerando apenas isso, eu torceria por ele. Mas o fato é que não tivemos a oportunidade de conhecer Aspen tão bem, apenas sabemos dos sentimentos de America por ele, mas não quem ele realmente é (embora para mim ele seja um cara decente e trabalhador, apesar de ter parecido meio cretino um algumas rápidas passagens). Tive a impressão de que a própria autora prefere Maxon, e tentou nos vender o casal de forma a não ter oposição, ou seja, a não ter um Team Aspen!

Seus olhos procuravam os meus. Se Aspen procurava dúvida, estava perdendo tempo. Ele era a única certeza na minha vida”
pág. 61

Há alguns ataques dos rebeldes ao palácio, e ficamos sabendo que há dois grupos: os nortistas, mas light, e que parecem apenas procurar algo (e acho que já sei o que é, :)) e os sulistas, que são letais e atacam para destruir e matar. Mas essas cenas são bem pouquinhas mesmo, e confesso que fiquei triste, porque o potencial da trama envolvendo os rebeldes era muito bom, mas o livro focou no romance.

Fui tomada pelas emoções.. Sentia saudades, da minha família, e estava cansada de me esconder dos rebeldes. Estava cada vez mais confusa quanto a meus sentimentos por Aspen e Maxon, e não sabia como lidar com aquilo. O jeito mais fácil seria sair. Mas não.”
pág. 339-40

Finalizando, o livro é bom, nada espetacular, mas é uma boa leitura, leve, bem escrita e que flui super bem. A diagramação da Editora Seguinte está ótima, com uma capa linda e super delicada, folhas amareladas e uma revisão excelente. E ainda tem uma coroinha fofa a cada início de capítulo. Eu recomendo para quem curte um típico YA, e é claro que lerei as sequencia, alias, já li o conto O Príncipe, que se passa entre A Seleção e livro dois, A Elite (resenha em breve), embora também tenha lido algumas coisas meio preocupantes nas resenhas de A Elite, :), mas vamos esperara pra ver!


Espero que tenham gostado da resenha, e não deixem de comentar!
\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/



Obs.: Eu escrevi essa resenha na semana passada, por volta do dia 09/07, mas só agora pude revisar e formatar. Nesse meio tempo, já li A Elite, mas preferi não alterar nada na resenha de A Seleção, porque ela realmente reflete minha opinião ao finalizar o livro, sem reflexos dos acontecimentos da continuação, :).


25 comentários

  1. Você tem um senso crítico muito bom, adorei sua resenha!! Amo esse livro(e o segundo, A elite) <3 hoje eu também fiz uma resenha dele no meu blog haha ^^

    Bjs, Laila Lizzy

    www.escritoriando.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Laila, e acabei de visitar outro blog que também publicou uma resenha dele hoje!!!!
      rs
      bjus

      Excluir
  2. Ainda não li o livro. Quero ler, mas não é uma das minhas prioridades... Sua resenha está ótima!

    Beijos,
    http://caheoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. E eu ainda nao consegui ler esse livro =/
    nao li a resenha inteira porque quero ter surpresas ao ler, mas deu pra perceber que voce gostou bastante! rs
    Foi bom voce nao ter reescrito, porque se nao ia influenciar totalmente a resenha rss

    Beeijinho. Dreeh
    Livros e tudo o que há de bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leia quando tiver um tempinho, a leitura flui super bem, rs
      bjus

      Excluir
  4. Tive as mesmas impressões que você, principalmente no que se refere à questão da distopia. Não acho que o livro merece esse enquadramento, mas para a categoria de YA ele é excelente!

    Adorei! Já sigo o blog...

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu prefiro ver ele assim, porque para distopia ta bem fraquinho!
      bjus

      Excluir
    2. Oiii! Realmente, rs... Falei sobre ele no blog e também mencionei essa questão! Amanhã falarei do segundo!
      Bjs

      Excluir
  5. Também tive esse problema Bru, Ja li A elite e tive que me esforçar muito para escrever minha opniao quando terminei A seleção, ja que no segundo algumas coisas nos são reveladas e começamos a detestar alguns personagens kkk.
    Bjos
    http://valmedrado16.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Val, acho que sei qual personagem é esse, também odeio!!!
      bjus

      Excluir
  6. Oi Bruna,
    Ainda não li o livro mas tenho vontade por ter romance e distopia (e por ser YA também como você disse). Quero conhecer esse Maxon logo rs.
    A capa é linda.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Joyce, é bom ir assim, já sabendo que encontrá mais romance que distopia, porque algumas pessoas decepcionam, rs.
      bjus

      Excluir
  7. Oláa, parece ser muito bom flor, fiquei na vontade de ver :D Então já to seguindo, amei seu blog! Ahh dá um pulinho la na loja, tem várias promoções super legais esperando por você ;))

    L&V Shop Blog | L&V Shop - LOJA | FanPage | Twitter | Youtube

    Beeijinhos ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, e vou lá ver sim.
      E seja super bem vinda
      bjus

      Excluir
  8. Ai eu gostei tanto desse livro! Devorei porque ele é legal, rsrss. :}

    Beijoca!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também li super rápido, rs.
      bjus

      Excluir
  9. Oiee quero muito ler esse livro mas achei que fosse um livro mais legal não sei se irei gostar muito ...

    Beijos

    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa, ele foi melhor do que eu esperava, mas nada espetacular. Mas vale a pena, a leitura flui super rápido

      Excluir
  10. Muitas pessoas não gostam desse livro por ele ter muita explicação e detalhe. E foi justamente o fator que eu adorei! Por ser o 1º livro de uma série, espera-se que a autora conte tudo que tiver para contar sobre os personagens e desenvolva um pouco a história, mas sem grandes acontecimentos (que até tiveram) que só acontecerão nos próximos volumes. Eu simplesmente adorei o livro, tanto que o li em 1 dia rsrs.

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu já achei meio sem explicação, rs, pelo menos da situação do país. Queria saber mais sobre a história que levou àquele estágio da sociedade, rs

      Excluir
  11. Também tenho interesse em ler o livro, mas fico adiando desde sempre e não sei porque. Bom saber que é bem voltado para o quesito romance com os toques de distopia. Ótima resenha e os quotes!!!

    Se eu achar uma promo em conta na Bienal adquiro os dois livros de uma vez.

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, eu quis começar a resenha assim justamente pare desmistificar, rs. Porque pessoas que querem distopia por distopia vão ficar decepcionadas se lerem se saber do foco no romance, e outras que curtem mais romances podem deixar de ler achando que era distopia, rs.

      Excluir
  12. Adorei sua resenha,já li a trilogia toda e gostei muito.Esperando para ler o conto A Rainha! :3
    chocolatesemarshmallows.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Amei a resenha *-*
    E já que o post é sobre "A Seleção", venho convidar para conferir meu novo post com novidades sobre a "A Herdeira", novo livro da série!!
    http://www.acervodeamor.com.br/2015/03/a-herdeira.html
    Se puder seguir o blog e deixar sua opinião sobre o post, eu retribuo.
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, e volte sempre!
Comente, opine! Cometários são sempre bem vindos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...